Banner gripe

Polícia Civil prende liderança do PCC e mais nove pessoas em Itanhaém

Dois dos acusados foram presos em uma casa no bairro Savoy, onde drogas e materiais relacionados ao tráfico foram apreendidos

Comentar
Compartilhar
01 NOV 201211h30

Operação deflagrada ontem pela Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Itanhaém culminou ontem na captura de 10 pessoas ligadas ao tráfico de drogas, dentre elas Leandro Amaral Gonçalves, o MK, integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) que tinha atribuição de comandar o tráfico na Baixada Santista e no Vale do Ribeira. 

Denominada Escorpião 13, a operação foi resultado de um inquérito policial. O nome da operação foi em alusão aos 13 investigados, que tiveram as prisões decretadas pela Justiça. Três permanecem foragidos.
 
Durante a operação, dois dos acusados foram presos em flagrante. Na casa onde estavam Sidney Monteiro, o Capital, e Robson Pereira, no Jardim Savoy, em Itanhaém, os policiais apreenderam maconha, cocaína e materiais relacionados ao tráfico o que culminou na prisão deles em flagrante. 
 
Os demais capturados na operação são Marcos Roberto Jerônimo, o Morcego, Alcionir Tissori Antônio, o Marrom, Elaine Tavares, Sandra Jerônimo, a Negona, Fabrício Carvalho, o Bi, e Márcio do Amaral, o Alemão. 

Colunas

Contraponto