Polícia Civil identifica dois suspeitos por morte de estudante na Imigrantes

Um deles, de 17 anos, foi reconhecido como quem atirou a pedra que atingiu a cabeça da vítima em 26 de maio

Comentar
Compartilhar
02 JUN 2016Por Gilmar Alves Jr.21h52
O estudante universitário estava no banco de passageiro dianteiro quando foi atingido pela pedraO estudante universitário estava no banco de passageiro dianteiro quando foi atingido pela pedraFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Um adolescente e um adulto são os primeiros suspeitos identificados no inquérito que apura a morte do estudante universitário Reinaldo Lima de Souza Júnior, de 17 anos, atingido por uma pedra na cabeça em 26 de maio na Rodovia dos Imigrantes, em Cubatão. O menor, da mesma idade da vítima, é apontado como quem atirou a pedra.

Diversas buscas sobre o paradeiro dos suspeitos foram realizadas, mas nenhum deles foi capturado até a noite desta quinta-feira (2). Eles são da Vila Esperança, às margens do trecho onde o crime ocorreu, na altura do quilômetro 59 da pista sul da rodovia.

Pessoas que estavam em outros carros realizaram os reconhecimentos. A polícia aguarda a recuperação emocional das três pessoas que estavam no Fiat Idea com Reinaldo para também analisarem as fotografias dos suspeitos ou até mesmo reconhecê-los pessoalmente, na hipótese de serem capturados nos próximos dias.

"Isso (estado emocional) pode influenciar no próprio reconhecimento. Na emoção, a pessoa às vezes tende para um lado ou positivo ou negativo, que não seria o correto. Em um momento de mais tranquilidade elas podem nos dizer com segurança. É prova irrefutável o reconhecimento", afirmou o delegado seccional de Santos, Manoel Gatto Neto.

Um terceiro rapaz está próximo de ser considerado um suspeito na apuração. "As denúncias apontam vários nomes", revela Gatto Neto.

Cerca de 10 criminosos participaram do roubo, segundo apontam as investigações.

Reinaldo estava no banco de passageiro dianteiro do Idea quando foi atingido pela pedra, que afundou o crânio. Ele morreu logo depois.

Missa

Na noite desta quinta-feira (2) foi realizada, em Santos, a missa de sétimo dia pela morte de Reinaldo. A cerimônia ocorreu na Igreja Anglicana de Santos, no José Menino, com a presença de familiares e amigos.

Reinaldo cursava o primeiro semestre de Tecnologia em Redes de Computadores no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, cidade onde morava. Ele completaria 18 anos no próximo dia 8.