Polícia Civil estoura fábrica de cerol em São Vicente

Após pagar a quantia exigida na fiança, o proprietário do local foi posto em liberdade, após ser levado à DIG.

Comentar
Compartilhar
23 JAN 201311h08

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos estouraram uma fábrica de cerol em São VIcente, na manhã desta segunda-feira (22). Após pagar fiança, o proprietário do local foi solto.

Sob o comando do delegado da DIG Marcelo Gonçalves da Silva, do chefe dos investigadores, Marcelo Canuto, os policiais Janer Júnior e João Carlos foram informados sobre a venda de cerol em um estabelecimento localizado na Rua Simão Jah Jah, no Parque das Bandeiras. Diante da informação, os investigadores se deslocaram até o local e abordaram o proprietário da fábrica.

Em averiguação no fundo da loja, os policiais apreenderam diversos sacos contendo vidro moído, materiais utilizados no preparo de cerol, um funil, uma colher além de pipas e carretéis de linha com cerol.

Questionado sobre o crime, o proprietário afirmou que sabia que infringia a lei, mas “que vive disso”.

Cerol e pipas - Foram localizados no fundo da loja. (Foto: Divulgação/ SSP)