Polícia Civil detém 382 pessoas em 24 horas na Baixada e Vale

Entre os detidos está um rapaz de 24 anos acusado de assaltar estudantes no José Menino

Comentar
Compartilhar
22 JUN 2016Por Gilmar Alves Jr.21h52
Os delegado Manoel Gatto Neto, seccional de Santos, e Gaetano Vergine, diretor do Deinter-6, anunciaram os números da operação em entrevista coletiva ontem à tardeOs delegado Manoel Gatto Neto, seccional de Santos, e Gaetano Vergine, diretor do Deinter-6, anunciaram os números da operação em entrevista coletiva ontem à tardeFoto: Matheus Tagé/DL

Uma operação do Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6) deteve 382 pessoas em 24 horas na Baixada Santista e Vale do Ribeira. Visando cumprir ordens de capturas e combater diversos tipos de crimes, 364 policiais agiram entre as 13h de terça-feira e 13h desta quarta-feira (22) nos 24 municípios do departamento, de Bertioga até Barra do Turvo, na divisa com o Paraná.

Ao anunciarem o balanço da operação na tarde desta quarta, os delegados Gaetano Vergine, diretor do Deinter-6, e Manoel Gatto Neto, seccional de Santos, destacaram duas capturas. Uma delas é a de Carlos Henrique Rezende dos Santos, de 24 anos, reconhecido por sete assaltos contra estudantes do mesmo colégio, no José Menino, em Santos.

O acusado agia sozinho, de bicicleta, e foi levado para averiguação pela Polícia Militar ao 7º DP no final da tarde de terça. Sob o comando do delegado Alexandre Aranha e do investigador Marcelo Leite, sete estudantes foram chamados e não tiveram dúvidas em apontar, pessoalmente, Santos como autor dos roubos. “Provavelmente surgirão outras vítimas”, afirmou Vergine.

Uma outra captura de destaque foi a de Vanderlei Ricardo da Costa, de 46 anos, condenado, em 2015, a 16 anos pela morte de um idoso em 2006. Foragido desde a condenação, Costa foi preso por policiais do 2º Distrito Policial de São Vicente (Cidade Náutica) no Catiapoã. A ação foi feita sob o comando do delegado Norberto Donizeti Bergamini e do investigador Célio Fattori.

Números. Das 382 detenções, 44 foram prisões em flagrante, 119 por mandado de prisão, 49 de adolescentes apreendidos e 170 de autores de termos circunstanciados (crimes de menor potencial ofensivo em que o detido é liberado após o registro).

Os policiais retiraram de circulação mais de 16,8 quilos de drogas, 11 armas de fogo e 26 veículos em situação irregular. Ainda houve apreensão de produtos de procedência ilícita, oriundos de roubo, furto e contrabando.

Ponto de tráfico

Uma das ações de combate ao tráfico ocorreu no Jóquei Clube, em São Vicente, onde policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) detiveram um desempregado de 21 anos e um adolescente de 15.

Mais de 650 porções de entorpecentes, entre cocaína , maconha e lança-perfume, além de três tijolos de maconha, foram apreendidos na tarde de terça-feira após os investigadores realizarem uma campana.

O flagrante foi realizado sob a coordenação do delegado Francisco Garrido Fernandes e do investigador Paulo Álvaro Ribeiro.