Polícia Civil apreende anotações do tráfico e radiocomunicadores no Monte Serrat

Barraco é usado pelo crime organizado e no local um procurado do Rio de Janeiro foi preso no início do ano

Comentar
Compartilhar
03 DEZ 2020Por Gilmar Alves Jr.18h32
A apreensão ocorreu na manhã de quarta-feira (2) e foi feita por policiais do 1° DPFoto: Divulgação/Polícia Civil

Investigadores do 1° Distrito Policial de Santos apreenderam 20 folhas de anotações do tráfico de drogas, seis radiocomunicadores e porções de maconha em um barraco usado por criminosos em escadaria no Caminho Monsenhor Moreira, no Morro Monte Serrat. Cinco suspeitos estavam próximo ao local no momento da chegada da polícia, na manhã de quarta-feira (2) e conseguiram escapar.

A ação, por volta das 10h30, ocorreu em meio a um apoio à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que cumpria uma ordem de serviço naquela região. Policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) também prestavam apoio.

Após a fuga dos suspeitos, os policiais do 1° DP Rodrigo Lima (investigador-chefe) e Marcos Neves constataram que a porta do barraco estava aberta e logo vistoriaram o local, encontrando, em um dos cômodos, as anotações, os rádios, um fone de ouvido, duas porções de maconha e um dichavador dentro de uma mochila.

De acordo com o investigador-chefe, as diligências nesse barraco sempre resultam em apreensões. “Nesse barraco já prendemos um procurado do Rio de Janeiro, no início deste ano, com um colete e drogas, sendo que o colete tinha placa de cerâmica para aguentar tiro de fuzil”, disse Lima.

O delegado Max Pilotto, titular do distrito, registrou a apreensão desta quarta-feira e o conteúdo das anotações é analisado para o prosseguimento das investigações.