Polícia Civil apreende 15 kg de maconha em Mongaguá; homem confessa tráfico

O acusado disse que recebia R$ 800,00 para distribuir entorpecentes

Comentar
Compartilhar
17 OUT 2019Por Gilmar Alves Jr.15h16
O flagrante ocorreu em uma casa na Avenida Arpoador, no Balneário Jussara, na tarde de quarta-feira (16)Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma investigação da Polícia Civil resultou na apreensão de 15 quilos de maconha em uma casa em Mongaguá e na prisão de um homem de 39 anos, morador do local, que confessou a distribuição da droga. O flagrante ocorreu na tarde de quarta-feira (16).

O acusado disse que recebia R$ 800,00 por cada vez que saía para distribuir a droga. Policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Santos apuraram que a maconha era levada para abastecer pontos de tráfico na Vila Mirim, em Praia Grande.

Pelo armazenamento de cada quilo, o detido disse que recebia R$ 150,00. A casa dele fica na Avenida Arpoador, no Balneário Jussara, e foi descoberta pelos policiais por meio de investigação nos últimos dias.

Diante da informação de que na quarta-feira havia drogas na casa, investigadores sob o comando de Luiz Fonseca e do delegado Rubens Barazal, titular da Dise, se deslocaram para a residência e surpreenderam o morador, que confessou o tráfico durante a abordagem e indicou onde armazenava a droga.

Na parte interna do imóvel foram encontrados seis tijolos de maconha. Já na parte dos fundos, em meio a um jardim, foram encontrados mais 12 tijolos, cinco facas, duas balanças de precisão e uma espingarda de calibre 12.

Um homem que estava na entrada da casa e um pedreiro abordado no interior do imóvel também foram abordados e há suspeita do envolvimento deles com o tráfico, mas até o momento não foram encontradas provas da ligação deles com o esquema.

Autuado na Dise por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de uso restrito e pelo armazenamento de apetrechos do tráfico, o morador do imóvel foi recolhido para a carceragem da Delegacia Seccional de Itanhaém.