Governo SP

Polícia Ambiental apreende uma tonelada de polvo em pesca irregular

Na ocasião, também foi apreendida a embarcação, petrechos utilizados na pesca do molusco e todo o pescado a bordo, 1000 quilos, sendo doados a diversas instituições carentes da região.

Comentar
Compartilhar
14 JUN 2019Por Da Reportagem10h16
Foto: Divulgação/Polícia ambiental

Policiais Militares da CIAMAR, a Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo do 3° Batalhão de Polícia Ambiental do Estado de São Paulo, durante patrulhamento marítimo pelo município de Guarujá e cidades vizinhas do Litoral, apoiaram a Marinha do Brasil em uma abordagem suspeita na boca da barra de Santos.

Num primeiro momento, nada de ilícito foi localizado com os cinco tripulantes. Porém, durante vistoria, foi constatado que o mestre da embarcação estava exercendo a pesca do polvo sem a devida autorização para tal prática. Também foi identificado dois tripulantes sem a carteira de pescador, sendo os três infratores autuados, totalizando R$124.200,00 em multas.

O flagrante - que ocorreu no interior da zona de amortecimento do Parque Estadual XIXOVÁ Japuí - teve  inicio às 22h de ontem (13) e seguiu até as 6h da manhã de hoje (14).

Na ocasião, também foi apreendida a embarcação, petrechos utilizados na pesca do molusco e todo o pescado a bordo, 1000 quilos, sendo doados a diversas instituições carentes da região.

Denúncias desse tipo podem ser feitas pelo telefone (13) 3348-4774.

Colunas

Contraponto