PM é executada na frente da filha na zona norte

Vítima foi atacada por dois homens quando saiu do carro para abrir o portão de sua residência

Comentar
Compartilhar
05 NOV 201210h21

A soldado Marta Umbelina da Silva, de 44 anos, do 18º Batalhão da Polícia Militar, morreu na noite de sábado após ser baleada pelas costas na frente da filha na porta de casa, na Rua Dr. Roberto Zwicker, na Vila Brasilândia, zona norte da capital. A policial não vestia farda no momento do crime.

De acordo com o boletim de ocorrências registrado no 72 º DP (Vila Penteado), a soldado foi atacada por dois homens quando saiu do carro para abrir o portão de sua residência. Os suspeitos fugiram em um veículo que aparentava ser um Honda Civic prata.
 
Quando a polícia chegou ao local, familiares já haviam levado Marta ao Hospital Geral de Vila Penteado, mas ela morreu a caminho da unidade. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
 
Com o crime, chega a 90 o número de PMs assassinados no Estado neste ano. Antes, também na zona norte, um policial havia sido ferido em uma tentativa de roubo.
 
Outros casos
 
Às 13h35 deste sábado, um suspeito foi morto por policiais da Rota na Marginal do Pinheiros, depois de ser perseguido. Segundo a Polícia Militar, ele resistiu à abordagem. A madrugada de sábado foi violenta na capital e no ABC. Dez pessoas morreram baleadas e oito ficaram feridas. 
 
CUBATÃO 
 
Rapazes são mortos na Ilha Caraguatá
 
Dois rapazes foram executados, na noite de sábado, na Ilha Caraguatá, em Cubatão. Ricardo Bento de Almeida, de 21 anos, e Carlos Henrique de Menezes Bruno, de 23, são as vítimas fatais. 
 
Ricardo e Carlos conversavam em na Rua Engenheiro Ernesto Otto Stock, por volta das 22h30, quando ocupantes de um Celta prata passaram pelo local e efetuaram diversos disparos na direção dos rapazes. 
 
As vítimas chegaram a ser socorridas ao Pronto-Socorro Central, mas não resistiram aos ferimentos causados por pistola calibre .40. Diversas munições desse calibre foram recolhidas na cena do crime.
 
SÃO VICENTE
 
Ônibus é incendiado no Parque das Bandeiras
 
Um ônibus intermunicipal foi incendiado na noite de sábado, por dois rapazes, no Parque das Bandeiras, em São Vicente. Ninguém ficou ferido. 
 
Os criminosos estavam em uma motocicleta e ordenaram que o motorista do coletivo parasse e que os passageiros descessem do ônibus. 
 
Instantes depois, os marginais colocaram fogo no veículo, que ficou totalmente destruído. Os bandidos conseguiram fugir antes da chegada da Polícia Militar.
 
PARANÁ
 
Polícia Civil apreende 24 quilos de crack e cocaína
 
O núcleo de Londrina da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), em conjunto com policiais civis da 17ª Subdivisão Policial Civil de Apucarana, prendeu Robinson Teixeira, por tráfico de drogas. Foram apreendidos aproximadamente 24 quilos de crack e cocaína, em uma residência localizada no Jardim Santa Izabel, em Apucarana. A droga está avaliada em R$ 700 mil.
 
Após o recebimento de denúncias anônimas, os policiais passaram a monitorar a residência e constataram a possibilidade da ocorrência do crime de tráfico no local. Como base nestas informações, os delegados solicitaram ao Poder Judiciário de Apucarana um mandado de busca e apreensão para ser cumprido no local.
 
Durante as buscas foram encontrados, em um guarda-roupas, dez quilos de cocaína e 14 quilos de crack. Também foram apreendidos na casa, em um fundo falso localizado no banheiro, uma pistola calibre 45, arma de uso restrito das forças armadas, e um revólver calibre 38.
 
Teixeira, que não possuía antecedentes criminais, foi encaminhado à carceragem da Polícia Civil em Apucarana, onde ficará à disposição da Justiça.
 
A quantidade de entorpecentes apreendidos causou surpresa, inclusive, aos policiais envolvidos nas buscas, sendo possível afirmar que o fracionamento da drogas em porções que se destinassem à revenda direta possibilitaria a confecção de cerca de 50 mil pedras de crack e outras 10 mil porções de cocaína.
 
Além dos entorpecentes, policiais localizaram uma pistola calibre 45 e um revólver calibre 38
 
 
 
CAMAÇARI
 
Operação captura gerente do tráfico
 
Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, deflagrada para cumprimento de seis mandados de busca e apreensão contra traficantes que agem nos bairros Phoc I, II e III, em Camaçari, resultou na prisão de Ueberton Santos da Silva, o “Maiquinho”, 23 anos, e sua companheira Fernanda da Conceição dos Santos, 20. 
 
Gerente da quadrilha, que domina a distribuição de drogas naqueles três bairros (uma das regiões mais populosas do cidade), Maiquinho estava acompanhado da mulher e do filho de três anos de idade,. Vendedora de peças de artesanato e bijuterias Fernanda também foi presa em flagrante.
 
No local, os policiais encontraram 315 gramas de crack e maconha, sacos plásticos para embalar drogas e R$ 2,3 mil. Uma motocicleta Honda Titan 150, placa NZP 7679, cinco bermudas e seis bonés ainda com as etiquetas de compra, no valor total de R$ 1,3 mil, e uma corrente de prata.
 
O casal guardava ainda as notas promissórias, no valor de R$ 2,5 mil, referentes aos custos de uma festa de aniversário do filho. 
 
Policiais encontraram 315 gramas de crack e maconha, sacos plásticos para embalar drogas e R$ 2,3 mil