Pizzaiolo é preso acusado de ‘pescar’ depósitos em banco em Praia Grande

Uma testemunha que flagrou o crime foi fundamental para o flagrante, pois rapidamente acionou a Polícia Militar pelo 190

Comentar
Compartilhar
06 MAI 2021Por Gilmar Alves Jr.19h10
A agência alvo do crime fica na Avenida Presidente Costa e Silva, 963A agência alvo do crime fica na Avenida Presidente Costa e Silva, 963Foto: Reprodução/Google Maps

Um pizzaiolo de 49 anos foi preso em flagrante, na noite de quarta-feira (5), acusado de montar um aparato em um caixa eletrônico para “pescar” envelopes com depósitos em uma agência do Banco do Brasil, no Boqueirão, em Praia Grande. Ele tentou fugir do local usando uma bicicleta ao perceber que seria abordado, mas foi preso sem dificuldades.

Uma testemunha que flagrou o crime foi fundamental para o flagrante, pois rapidamente acionou a corporação pelo 190 (Centro de Operações da Polícia Militar) para a agência, que é situada na Avenida Presidente Costa e Silva, 963.

A testemunha mostrou aos policiais que havia uma corda de barbante usada para puxar os envelopes. O furto das quantias, portanto, só não se consumou pela intervenção da testemunha, já que alguns envelopes já estavam presos ao barbante. Uma perícia do Instituto de Criminalística (IC) foi realizada no caixa eletrônico.

Ainda no relato à polícia, a testemunha afirmou que o acusado chegou a tentar puxar com força os envelopes antes da chegada da polícia, mas eles ficaram presos.

Ao ser ouvido no 1° Distrito Policial de Praia Grande (Vila Tupi), o pizzaiolo negou o crime e disse que precisava tirar um extrato no caixa para checar um depósito, mas não apresentou esse documento.

A delegada Nathalia Alonso autuou o homem em flagrante por tentativa de furto.