X
Polícia

PG: Acusados de matar PM em frente a família são condenados a mais de 28 anos de prisão

Julgamento ocorreu na última quinta-feira (11) com 10h de duração no Fórum de Praia Grande

Willian Barbosa Ribas, 29 anos, foi morto a tiros, pauladas e facadas / Arquivo Pessoal

Os quatro acusados de matar um policial militar a pauladas e agredir o pai dele foram condenados a mais de 28 anos de prisão. A sentença foi dada após quase dez horas de sessão, no Fórum de Praia Grande

Três réus foram detidos no mesmo ano que ocorreu o crime. O quarto acusado ficou foragido e foi encontrado em 2019, um ano após o assassinato.

Guilherme Ferreira Ramos foi condenado a 30 anos, 10 meses e seis dias de prisão em regime fechado por homicídio qualificado, corrupção de menor e homicídio tentado.

Leonardo Rodrigues Aguiar foi condenado a 28 anos, três meses e três dias de prisão em regime fechado por homicídio qualificado, corrupção de menor e homicídio tentado.

David Henrique dos Santos Capistrano foi condenado a 51 anos, 11 meses e três dias de prisão em regime fechado por homicídio qualificado, corrupção de menor e homicídio tentado.

Bruno Ferreira Torres Silva foi condenado a 53 anos, três meses e três dias de prisão em regime fechado por homicídio tentado.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.    

O julgamento encerrou às 21h30 e contou com quatro testemunhas, sendo um delegado, um policial militar, um policial civil e o pai da vítima, que presenciou o crime e foi agredido.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Após tensão, Trump tenta lucro político e financeiro com operação do FBI

Donald Trump nunca saiu do cenário político dos EUA desde que deixou a Presidência

Esportes

Veja os valores de Soteldo no Santos; Corinthians tenta Michael e mais dois

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software