X
Polícia

PF deflagra operacão contra fraudes no INSS em São Paulo

As fraudes consistiam em requerer auxílios-doença para pessoas, algumas que não eram segurados do INSS, com o uso de documentos falsos e diversos artifícios

As investigações começaram em 2017 e até o momento apurou-se um prejuízo de mais de R$ 6 milhões apenas nos auxílios-doença / Rovena Rosa/Agência Brasil

A Policia Federal (PF), juntamente com a Inteligência Previdenciária, Advocacia-Geral da União, Ministério Público Federal e o INSS, realizam hoje (24) uma operação para desarticular uma organização criminosa, chefiada por uma auxiliar de enfermagem, com o objetivo de praticar fraudes contra o INSS, em especial, nos benefícios de auxílio-doença. Equipes da PF cumprem pela manhã 12 mandados de prisão (7  temporárias, 5 preventivas) e 16 mandados de busca e apreensão, além do bloqueio patrimonial no valor de R$ 25 milhões, de integrantes do esquema criminoso.

As investigações começaram em novembro de 2017 e até o momento apurou-se um prejuízo de mais de R$ 6 milhões apenas nos auxílios-doença. Os indícios apontam que a quadrilha agia há mais de 10 anos, estimando os desvios da ordem de R$ 60 milhões.

As fraudes consistiam em requerer auxílios-doença para pessoas, algumas que não eram segurados do INSS, com o uso de documentos falsos e diversos artifícios.  O grupo usava dublês, ou seja, pessoas se faziam passar pelo requerente durante a perícia médica, onde fingiam doenças mentais, tinham membros engessados e usavam falsos relatórios médicos. 

A quadrilha gerava aposentadorias falsas, com a carta de concessão fraudulenta possibilitando o saque irregular de valores depositados em seu FGTS. Parcelas dessa quantia era repassada ao grupo criminoso como pagamento pela falsa aposentadoria.

A operação foi batizada de Pseudea, pois refere-se a divindade grega que personalizava a mentira e as falsidades.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Praia Grande recebe quarta edição do Meeting Arq Experience

Evento, que este ano tem entrada social, reúne grande nomes da arquitetura nacional abordando temas como marketing, empreendedorismo, sustentabilidade e inclusão

LEGISLAÇÃO

Em Guarujá, Suman sanciona lei para combater assédio sexual em ônibus

De autoria do vereador Mário Lúcio da Conceição, a texto cria o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software