Pedagoga esquece máscara no carro e ao voltar para pegá-la é sequestrada em Bertioga

A vítima, de 47 anos, foi levada por três criminosos até Itaquaquecetuba, na Grande SP, onde os bandidos fizeram compras com os cartões dela

Comentar
Compartilhar
11 SET 2020Por Gilmar Alves Jr.18h14
O caso é investigado pela Delegacia de BertiogaFoto: Nair Bueno/DL

Uma pedagoga de 47 anos esqueceu sua máscara cirúrgica no carro quando iria fazer compras em um mercado e ao retornar ao veículo para pegá-la, no Jardim Indaiá, em Bertioga, acabou sequestrada por três criminosos na manhã desta quinta-feira (10). A vítima foi levada em seu veículo, um Chevrolet Spin branco, até a cidade de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, onde os bandidos fizeram compras com os cartões de débito dela.

Ao final do sequestro relâmpago, a pedagoga foi deixada perto de um shopping no Jardim Adriana, em Itaquaquecetuba, e os criminosos fugiram no carro dela. Na noite de quinta, a mulher compareceu à Delegacia de Bertioga, onde o caso foi registrado pela equipe do delegado Fábio de Oliveira Pierry.

A vítima afirmou à Polícia Civil que quando foi dominada pelo trio seu carro estava estacionado na esquina da Avenida Anchieta com a Rua Lucas da Cruz Carvalho, próximo ao mercado. Os três bandidos usavam máscaras cirúrgicas, óculos escuros e bonés. Um deles exibiu uma arma que aparentava ser um revólver de calibre 38 e ordenou a entrada da mulher no banco traseiro, onde ela foi mantida sob ameaças por dois dos bandidos.

Logo no início do sequestro relâmpago o trio se apoderou do celular, de R$ 45,00 da vítima e dos cartões bancários.

As compras feitas pelo trio em Itaquaquecetuba somaram no mínimo R$ 550,00, conforme declarou a vítima na delegacia.

Ela descreveu que o bandido que ficou ao volante é branco e os ladrões que a mantinham sob ameaças no banco traseiro são pardos.

As investigações vão correr pela Delegacia de Bertioga.