X
Polícia

Operação regional detém 481 pessoas e evita homicídio no Saboó, em Santos

A ação foi deflagrada contra crimes diversos e descobriu que um homem estava prestes a ser morto

Policiais resgataram morador do Saboó quando ele era atacado com faca pelo próprio enteado / Divulgação/Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil na Baixada Santista e no Vale do Ribeira deteve 481 pessoas em 24 horas e evitou que um homem de 33 anos fosse assassinado no Saboó, em Santos, com aval do ­Primeiro Comando da ­Capital (PCC).

Morador da Favela Pantanal, no Saboó, a vítima resgatada pela Polícia Civil estava sendo atingida na manhã de quarta-feira por golpes de ponta de faca pelo próprio enteado, de 15 anos, em um barraco na Rua Cananéia.

O adolescente, de acordo com a polícia, é ligado à facção naquela comunidade e agiu em conjunto com pelo menos sete homens, que não foram localizados durante a operação.

A suspeita dos policiais é a de que a vítima foi submetida a um “tribunal do crime” devido à postura que mantinha quando usava ­entorpecentes, desagradando criminosos.

“É de conhecimento geral que as organizações criminosas têm essa postura de sequestrar pessoas que desagradam ou desagreguem dos crimes praticados”, afirmou o delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos.

Dias Júnior divulgou as informações sobre a ação durante entrevista coletiva sobre a operação regional, que foi concluída às 11 horas desta quinta-feira (20).

Também apresentaram os resultados o diretor da Polícia Civil na Baixada e Vale, Manoel Gatto Neto, o delegado seccional de Santos, Carlos Schneider e o delegado seccional de Itanhaém, Carlos Henrique Fogolin de Souza.

De acordo com Dias Júnior, o barraco onde o homem era atacado é um depósito de entorpecentes da facção. No local, a equipe do delegado e do investigador Paulo Carvalhal apreendeu munições, 25 litros de lança-perfume, 1,5 quilos de maconha, 620 gramas de cocaína e objetos relacionados ao tráfico. Em outros três barracos também foram feitas apreensões. 

Internação

Os atos infracionais imputados ao adolescente foram tentativa de homicídio qualificado, cárcere privado, organização criminosa, tráfico de drogas, porte de objeto relacionado à produção de drogas e posse ilegal de munição de uso restrito.

Pela gravidade dos atos, segundo o delegado Dias Júnior, o adolescente foi encaminhado para a Fundação Casa.

O adolescente nega que tenha agido a mando da facção e diz que sozinho amarrou o padrasto e o levou ao barraco, porque “estava causando tumulto em causa e na comunidade”.

Maior segurança

Um dos objetivos da operação regional foi garantir maior segurança à população e a turistas no período de festas.

Dos 481 detidos, 176 tinham mandado de prisão decretado, 39 são adolescentes, 29 foram presos em flagrante e 237 são acusados de crimes de menor potencial ofensivo, sendo liberados. Mais de 300 quilos de drogas foram apreendidos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Fiat lança Pulse, seu primeiro SUV desenvolvido no Brasil

O Fiat Pulse também quer brigar pelo congestionado segmento de utilitários esportivos compactos

A nova geração do Toyota Land Cruiser

Com setenta anos de estrada, o Toyota Land Cruiser é apresentado em sua nova geração

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software