Operação detém 547 pessoas em 24h na Baixada e Vale

Ação cometeu crimes diversos e apreendeu 112 quilos de entorpecente

Comentar
Compartilhar
30 AGO 2018Por Da Reportagem17h51
Tijolos de maconha apreendidos na Zona Noroeste de SantosTijolos de maconha apreendidos na Zona Noroeste de SantosFoto: Divulgação/Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil contra crimes diversos deteve 547 pessoas em 24 horas na Baixada Santista e Vale do Ribeira, o que representou novo recorde em ações do gênero. O resultado superou a marca de capturas atingida em julho, quando 546 foram detidos.

Entre os crimes combatidos estão roubos, furtos e tráfico de entorpecentes. A operação deste mês foi iniciada às 11h de quarta-feira (29).

Conforme o balanço final, divulgado na tarde desta quinta-feira (30), mais de 112 quilos de entorpecentes, entre maconha, cocaína e crack, foram retirados de circulação. Também foram recolhidos 163 litros do entorpecente lança-perfume.

O balanço foi apresentado pelos delegados Flávio Ruiz Gastaldi, Carlos Topfer Schneider e Carlos Henrique Fogolin de Souza, respectivamente seccionais de Registro, Santos e Itanhaém.

Na relação de apreensões também estão 18 veículos e uma arma de fogo.

Das 547 detidos, 192 tinham ordem de captura decretada, 34 foram presos em flagrante, 47 são adolescentes e 274 foram autuados por crimes de menor potencial ofensivo, sendo liberados após registros de Termos Circunstanciados (TC´s).

Quadrilha em Peruíbe

Uma quadrilha acusada de furtos em casas de veraneio no Guaraú, em Peruíbe, foi detida durante a operação. Houve apreensão de drogas e recuperação de itens furtados, como eletrodomésticos e bicicletas.

Os detidos são cinco adultos e dois adolescentes, conforme o delegado Fogolin. "Furtavam as casas de veraneio e transportavam as mercadorias para uma casa vazia dentro do bairro do Guaraú mesmo".

Depois,  de acordo com o delegado, os bens eram levados para a comunidade do Caixote (Jardim Brasil) e eram comercializadas.