Operação da Polícia Civil captura 77 pessoas na Baixada e Vale do Ribeira

Mais de 88 quilos de drogas foram apreendidos na ação, conforme balanço divulgado no final da tarde de hoje. Desmanche de motos roubadas foi descoberto em Praia Grande

Comentar
Compartilhar
12 MAR 201419h59

Operação deflagrada pela Polícia Civil na Baixada Santista e Vale do Ribeira com o objetivo de retirar criminosos de circulação capturou 77 pessoas, entre elas sete adolescentes. Quase 89 quilos de entorpecentes foram apreendidos durante a ação, que ocorreu entre 0h e 16h de terça-feira nos 23 municípios da área compreendida pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6), entre Bertioga e Barra do Turvo, na divisa com o Paraná.

Os números da blitz foram divulgados no final da tarde de hoje (12) pelo delegado Aldo Galiano Júnior, diretor do Deinter-6. A apreensão com maior destaque da operação ocorreu em Registro, no Vale do Ribeira, onde 80,6 quilos de maconha foram apreendidos.

Em Itanhaém, policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém apreenderam 5,9 quilos de entorpecentes em uma casa no bairro Belas Artes, o que resultou na prisão em flagrante de um eletricista por tráfico.

De acordo com o balanço da operação, dos 77 capturados, 18 foram presos em flagrante. Houve cinquenta capturas com mandados de prisão decretados pela Justiça e dois foragidos recapturados. Dos sete adolescentes detidos, um foi apreendido em flagrante e seis com ordens judiciais.

Duas armas de fogo e sete veículos foram apreendidos. Mais de 250 policiais foram mobilizados para a operação, com uso de 99 viaturas.

Um desmanche de motos roubadas foi descoberto pelos policiais na Vila Tupiri (Foto: Divulgação/DIG)

Desmanche

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos descobriram um local que funcionava como desmanche clandestino de motos roubadas. No imóvel, situado na Vila Tupiri, em Praia Grande, havia uma motocicleta roubada, diversas peças e uma touca ninja (comumente usada em assaltos).

Um rapaz que estava no local conseguiu fugir no momento da aproximação dos investigadores, mas já foi identificado e indiciado por receptação.

O caso foi registrado pelo delegado Luis Eduardo Lino de Souza.