Onze policiais são exonerados no Rio por corrupção

Entre os demitidos está o delegado José Januário de Freitas, dois policiais aposentados, além de nove inspetores

Comentar
Compartilhar
18 FEV 201313h47

Onze policiais civis do estado foram exonerados nesta segunda-feira (18), acusados de envolvimento com jogos ilegais. Entre os demitidos está o delegado José Januário de Freitas, dois policiais aposentados, além de nove inspetores.

Os policiais foram indiciados pela Operação Furacão, articulada pela Polícia Federal em 2007 para combater um esquema de compra de sentenças e pagamentos de propina que favoreciam o funcionamento de casas de bingos e  de máquinas caça-níqueis, no Rio.

De acordo com o Diário Oficial do estado os inspetores demitidos são: Marcos Antonio dos Santos Bretas, Rogerio Delgado Carneiro, Claudio Augusto Reis, Miguel Laino, Luiz Henrique Rosetti Loureiro, além de Armando Jorge Varela de Almeida e Alexandre Cândido Pereira de Almeida.

Os nomes dos policiais aposentados demitidos serão publicados no Diário Oficial desta terça-feira (19). São eles Paulo Roberto de Carvalho Moreira da Silva e Maurício Alves de Araújo.