Oito pessoas morrem em 3 horas em São Paulo

A capital paulista registrou mais uma madrugada violenta, inclusive com a ocorrência de chacina

Comentar
Compartilhar
18 NOV 201218h22

Oito pessoas foram mortas na Região Metropolitana de São Paulo entre as 22 horas da última sexta-feira (15) e o início da madrugada de sábado (17), em um intervalo de menos de três horas. Rafael Freitas Medeiros, de 21 anos, estava internado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste sábado. O jovem é a quinta vítima fatal da chacina que aconteceu em Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo, na noite de sexta (16).

Entre os ataques, outras duas pessoas ficaram feridas. Desde as 21h de quarta-feira (14) até as 0h15 deste sábado, o saldo da violência na capital e nos demais municípios da Grande São Paulo chega a pelo menos 23 mortos e 20 feridos. Os homicídios na noite de sexta e na madrugada de sábado foram registrados no Jaçanã, zona norte da capital; Penha, zona leste; Cidade Ademar, na zona sul, com pelo menos quatro mortos; e Embu das Artes, na Grande São Paulo, onde, após um arrastão, policiais e bandidos entraram em confronto no Rodoanel Mário Covas. 
 
Chacina
 
Cinco jovens foram mortos e três sobreviveram a uma chacina ocorrida no final da noite de sexta-feira, em Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo. Segundo testemunhas, dois desconhecidos encapuzados passaram em motos e atiraram contra os rapazes. Com esse crime, segundo levantamento, chega a 15 o número de chacinas registradas na Região Metropolitana de São Paulo neste ano, com um total de 50 mortos. 

Colunas

Contraponto