Polícia

Mulher mata marido que atacou filho, e polícia a libera por 'legítima defesa'

Ela já havia registrado diversos boletins de ocorrência contra seu companheiro por agressão, lesão e ameaça, desde 2015

LAÍS SEGUIN - FOLHAPRESS

Publicado em 31/08/2022 às 22:18

Comentar:

Compartilhe:

Uma mulher de 39 anos matou o marido a facadas na residência da família, em Pirassununga (SP), e alegou estar protegendo o filho / Imagem: Getty Images

Uma mulher de 39 anos matou o companheiro, de 36, na noite desta terça-feira (30), em Pirassununga (SP), a 210 km da capital, após ele ameaçar o seu filho de 14 anos com uma faca, dentro da residência do casal.

A Polícia Militar atendeu a ocorrência, por volta das 20h30, após o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ser acionado. Ao chegar ao local, os policiais encontraram o homem caído no chão da sala com o adolescente em cima dele.

Ele tentava conter um sangramento na região da barriga, com uma camiseta, mas os socorristas constataram que o homem já estava morto.

O adolescente informou à polícia que sua mãe estava na casa de uma vizinha, de onde acionaram o resgate.

Os policiais foram até a residência e encontraram a mulher bastante nervosa.

Ela contou aos policiais que o companheiro chegou em casa bêbado e ameaçou matar o filho dela. De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o homem chegou a pegar uma faca e ir em direção ao adolescente.

Nesse momento, para defender o filho, a mulher teria entrado na frente e lutado com o companheiro, que deixou a faca cair. Ela então teria pegado o objeto e dado um único golpe na barriga do homem.

A suspeita foi levada à delegacia, onde foi comprovado que ela havia registrado diversos boletins de ocorrência contra seu companheiro por agressão, lesão e ameaça, desde 2015, e o homem havia sido preso cinco vezes pela Lei Maria da Penha por violência doméstica contra a mulher.

Com base nessas informações, o delegado entendeu que a mulher agiu em legítima defesa e a liberou após depoimento. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Limeira, também no interior de São Paulo.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Maior bar de gelo da América Latina fica em SP; veja como chegar e preços

Quem quiser conferir a atração deve se preparar para 'o frio congelante', pois a temperatura no local pode chegar a -15ºC

Esportes

Quanto vale o ouro? Saiba a premiação de cada medalha olímpica

Valor teve uma evolução de 40 % em comparação a Tóquio 2020

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter