Mulher e filha de 1 ano são mortas a facadas; pai é o principal suspeito

Uma das filhas do casal, de 9 anos, confirmou à polícia que os dois discutiam quando o homem pegou duas facas de cozinha. Ela disse que o pai chegou a jogar a menina no chão.

Comentar
Compartilhar
22 ABR 2018Por Folhapress20h29
Antônio Genilson Souza Soares, suspeito pelo crime.Foto: Reprodução/Facebook

Antônio Genilson Souza Soares, de 33 anos é suspeito de ter matado a mulher e a filha de 1 ano e oito meses na noite de sexta-feira (20) em Leme (188 Km de SP). Nayara Fernandes da Silva Matos, 26, levou várias facadas do marido, com quem vivia há pelo menos dez anos. A filha, Lorena Sofia Souza Soares, também foi esfaqueada.

Outros três filhos do casal estavam em casa no momento do crime, mas não foram agredidos. O acusado não foi localizado depois do duplo assassinato e é considerado foragido pela polícia.

A polícia ainda não sabe qual foi o motivo da discussão do acusado com a vítima que teria culminado nos assassinatos. Uma das filhas do casal, 9, confirmou à polícia que os dois discutiam quando o homem pegou duas facas de cozinha. Ela disse que o pai chegou a jogar a menina no chão.

Ele teria desferido vários golpes de faca em Nayara. Os policiais militares, acionados pelos vizinhos, encontraram Nayara na sala da casa onde a família morava, com uma faca cravada na barriga.

Os PMs relataram que havia muito sangue espalhado pela sala, o que pode indicar a tentativa da mulher se defender do agressor. Os policiais chegaram a levá-la ao pronto-socorro, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

Quando os policiais chegaram ao local, Lorena já havia sido levada para o hospital por vizinhos. Mas ela também morreu no PS.