Corona3

Mulher é assassinada no Morro do Tetéu, em Santos; marido é suspeito

O marido, um pizzaiolo de 31 anos, chegou a socorrer a vítima até uma UPA e na sequência fugiu

Comentar
Compartilhar
26 MAR 2020Por Gilmar Alves Jr.16h59
O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos, que apura o paradeiro do suspeitoFoto: Nair Bueno/DL

A estudante Paola da Silva José Santana, de 24 anos, foi assassinada na noite desta quarta-feira (25) na casa onde morava, no Caminho das Pedras, no Morro do Tetéu, em Santos. O principal suspeito pelo crime é o marido da vítima, um pizzaiolo de 31 anos, que chegou a socorrê-la até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Noroeste e na sequência fugiu. Até a tarde desta quinta-feira (26), ele ainda não foi localizado por policiais. 

De acordo com informações colhidas pela Polícia Militar na UPA, a vítima teve uma perfuração no braço esquerdo e hematomas nos membros superiores. 

Uma testemunha, que ajudou no socorro da vítima à UPA, e a mãe da vítima disseram à Polícia Civil, na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que ocorreu provavelmente uma briga entre o casal, resultando em agressões. A vítima foi encontrada pela testemunha de bruços, inconsciente e com a face ensanguentada. 

Ainda conforme o relato da testemunha à polícia, as agressões do pizzaiolo à esposa eram constantes por conta de ciúmes. 

Com nas oitivas da testemunha e da mãe da vítima e nas diligências realizadas, a delegada Maria Arakaki, da DDM, registrou o caso como feminicídio (crime contra a mulher por razões da condição do sexo feminino) e violência doméstica. 

Denúncias que ajudem as polícias Civil e Militar a localizarem o paradeiro do pizzaiolo podem ser transmitidas pelos telefones 181 ou 190.