Motorista é indiciado após confessar furto de mercadorias

O rapaz registrou ocorrência de roubo, mas farsa foi descoberta pela Polícia Civil

Comentar
Compartilhar
18 JAN 2017Por Gilmar Alves Jr.21h23
Investigadores recuperaram na casa do motorista, em Praia Grande, a carga furtada por ele da própria empresa para qual trabalhaFoto: Divulgação/Polícia Civil

Um rapaz de 26 anos que utilizava o cargo de motorista de entregas para subtrair mercadorias e fornecer informações privilegiadas a comparsas foi indiciado pela Polícia Civil nesta terça-feira (17) em Santos. Ele responderá em liberdade.

A descoberta da conduta ilícita do motorista ocorreu na  Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, um dia após o rapaz registrar boletim de ocorrência de falso roubo de carga no 5º Distrito Policial de Santos (Bom Retiro).

Com o intuito de ocultar seu furto de mercadorias avaliadas em R$ 13,2 mil, o motorista foi até o 5º DP e relatou ter sido assaltado por um trio na Avenida Bartolomeu de Gusmão, na Aparecida. Ele disse que foi colocado em um Ford Fiesta durante a subtração da carga, em um Fiorino, e fez uma descrição detalhada de cada um dos assaltantes.

Ao tomarem conhecimento do Registro Digital de Ocorrência (RDO),  policiais da DIG suspeitaram da versão apresentada e convocaram o motorista. Os policiais levantaram uma outra ocorrência de roubo registrada pelo rapaz em 4 de janeiro, o que reforçou as suspeitas devido ao curto intervalo entre os supostos delitos.

O suspeito admitiu que furtou as duas cargas à equipe do delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior e do investigador Paulo Carvalhal e informou os destinos de ambas. A primeira foi comercializada por meio de um site de classificados e a segunda escondida na casa dele,  no bairro Vila Sônia, em Praia Grande.

Os policiais recuperaram a carga integralmente na residência.

As investigações prosseguem objetivando esclarecer os delitos em que o rapaz agiu com comparsas, segundo a polícia.