Motorista de aplicativo é mantido refém por 1h30 durante roubo em São Vicente

A vítima, de 62 anos, foi colocada no banco de trás do veículo, um Renault Duster

Comentar
Compartilhar
18 JUL 2017Por Gilmar Alves Jr.18h26
O caso foi registrado na Delegacia Sede de São VicenteO caso foi registrado na Delegacia Sede de São VicenteFoto: Matheus Tagé/DL

Um motorista do aplicativo 99 foi mantido refém por cerca de 1h30, em São Vicente, ao ser vítima de um assalto durante a noite de segunda-feira (17). O crime foi cometido por três assaltantes, que fugiram levando o veículo, um Renault Duster prata, e o celular da vítima.

O motorista, de 62 anos, informou à Polícia Civil que um dos assaltantes se passou por cliente para acioná-lo via aplicativo para uma corrida a partir da Avenida Nações Unidas.

O falso cliente pediu para ser levado até o bairro Samaritá, na Área Continental, onde entraram outros dois homens no veículo. O trio pediu para ser levado até a Avenida Angelina Pretti da Silva, na Vila Margarida, onde o assalto foi anunciado.

Exibindo uma pistola e um revólver, dois dos criminosos iniciaram ameaças de morte e exigiram que a vítima fosse para o banco traseiro, onde ela permaneceu por cerca de 1h30.

Após um dos pneus do carro ser danificado, a vítima ainda foi obrigada a trocá-lo e depois libertada na Rua Carmem Miranda, na Esplanada dos Barreiros. A fuga do trio ocorreu no sentido Cidade Náutica.

Na Delegacia Sede de São Vicente, o motorista visualizou álbuns fotográficos, mas não reconheceu os autores do crime.

Procurado pela reportagem, a empresa 99 informou que tomou conhecimento do caso pelo jornal e que precisa de 24 horas para fazer a apuração da ocorrência.