Ministério Público e Polícia Militar fecham dois bingos em Santos

Em uma casa no Gonzaga havia 22 pessoas fazendo apostas. Policiais militares apreenderam 78 máquinas para o jogo ilegal e mais de R$ 9,7 mil

Comentar
Compartilhar
14 MAI 201411h19

Ação conjunta entre o Ministério Público (MP) e a Polícia Militar fechou dois videobingos clandestinos que funcionavam na Ponta da Praia e no Gonzaga, em Santos. Setenta e oito máquinas, 81 monitores e R$ 9.750,00 foram apreendidos. As apreensões ocorreram entre o final da tarde e a noite de segunda-feira.

O flagrante no Gonzaga ocorreu por volta das 19 horas. Vinte e duas pessoas estavam fazendo apostas no momento da chegada dos policiais e de dois promotores do Grupo de Atuação Especial e Repressão Especial ao Crime Organizado (Gaeco).

O imóvel onde o jogo ilegal ocorria fica na Rua Azevedo Sodré. Quarenta máquinas estavam em funcionamento no salão, segundo informaram policiais militares. Mais de R$ 7,7 mil também foram apreendidos.

Duas mulheres e um homem que seriam “funcionários” do videobingo prestaram depoimento no 7º Distrito Policial (Gonzaga). Eles foram relacionados como averiguados no boletim de ocorrência e liberados.  Os apostadores não foram levados para a repartição policial, mas figuram como testemunhas.

Ponta da Praia

O videobingo clandestino descoberto na Ponta da Praia fica na Rua Governador Fernando Costa. No momento da chegada dos policiais e dos promotores, por volta das 17h30, não havia ninguém no imóvel. Conforme foi constatado, o jogo ilegal ocorria no andar superior da casa.

Trinta e oito computadores e pouco mais de R$ 2 mil foram apreendidos. Parte das máquinas estava ligada, de acordo com a polícia. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial (Ponta da Praia).