Marítimo reage, tira máscara e faca de ladrão, mas acaba assaltado em Guarujá

Casal invadiu a residência da vítima no final da noite de segunda-feira (19)

Comentar
Compartilhar
21 OUT 2020Por Gilmar Alves Jr.19h11
O roubo a residência está sob investigação no 1° Distrito Policial de Guarujá (Jardim Conceiçãozinha)Foto: Reprodução/Google Maps

Um trabalhador marítimo teve a casa invadida por um casal de assaltantes, reagiu à investida, tirou a máscara de proteção contra Covid-19 do assaltante e a faca que ele portava, mas não conseguiu evitar a subtração de diversos bens. Os fatos ocorreram no final da noite de segunda-feira (19) em Vicente de Carvalho. A investigação do crime está a cargo do 1° DP (Jardim Conceiçãozinha).

De acordo com o registro do caso, o marítimo, de 67 anos, estava deitado quando foi surpreendido pelo casal de ladrões, que arrombou a porta da sala.

O assaltante, descrito como pardo, de cerca de 1,75m, com cabelos cacheados claros, exibiu uma faca do tipo peixeira, e exigiu dinheiro da vítima. Em seguida, a dupla passou a se apoderar de objetos.

A mulher, ainda conforme a descrição, é branca, estava sem máscara de proteção, tem cerca de 1,65m, cabelos castanhos claros lisos e curtos e possui uma tatuagem na coxa direita com desenho de uma mulher.

Tentando evitar a subtração de seus bens, o marítimo chegou a lutar com o assaltante, conseguindo retirar a máscara e a peixeira. Logo na sequência, a dupla escapou levando os pertences, que estavam separados em quatro sacolas.

Na relação de prejuízos estão dois relógios de pulso, dois aneis de prata, um anel banhado a ouro, seis perfumes, um rádio e outros objetos.