Ladrões se escondem em banheiro e depois atacam caixas eletrônicos no Paço de SV

Um guarda municipal foi mantido refém, amarrado pelos pulsos e pelos pés, por mais de três horas

Comentar
Compartilhar
31 JUL 2018Por Gilmar Alves Jr.19h18
O bando usou maçarico para atacar quatro caixas e roubar dinheiro de um delesO bando usou maçarico para atacar quatro caixas e roubar dinheiro de um delesFoto: Reprodução

Uma quadrilha formada por ao menos seis homens atacou na madrugada desta terça-feira (31) caixas eletrônicos dentro da Prefeitura de São Vicente e roubou dinheiro de um dos equipamentos com uso de maçaricos. Um guarda municipal de 58 anos foi mantido refém, amarrado pelos pulsos e pelos pés, por mais de três horas.

Dois integrantes do bando disseram, durante o delito, que se esconderam no banheiro do prédio público a partir do final da tarde de segunda-feira (30), segundo o relato da vítima à Polícia Civil.

Até o início da noite desta terça, nenhum dos assaltantes havia sido identificado.

De acordo com o registro da ocorrência, realizado no 1º Distrito Policial de São Vicente (Centro), o guarda municipal fazia a segurança sozinho do Paço quando foi rendido, por volta das 22h30. A abordagem foi feita pelos dois homens que saíram do banheiro. Ambos exibiam armas de fogo.

O guarda foi amarrado no banheiro e teve sua farda retirada pelos criminosos. Os bandidos disseram que ela seria usada para abrir e fechar um portão para a posterior fuga.

Comparsas

Por volta de 1h40, ainda de acordo com o registro do caso, mais quatro assaltantes entraram no Paço. Na sequência, eles e os criminosos que já estavam no prédio público foram aos caixas eletrônicos, do Banco Santander, e atacaram os equipamentos.

Os dois bandidos que abordaram o guarda discutiram pelo fim do gás de um dos maçaricos, segundo o relato da vítima. Um destes criminosos, conforme o guarda, disse: “a gente veio do Capão Redondo (zona sul de São Paulo) pra pagar mico aqui?”

Após a fuga do bando, o guarda conseguiu se soltar das amarras e acionou a Polícia Militar. A farda dele foi encontrada jogada no chão.

Investigação

O 1º Distrito Policial de São Vicente acionou policiais científicos de Santos e de uma equipe da capital paulista para a perícia no Paço. Foram apreendidos R$ 200,00.

A Polícia Civil faz buscas por imagens de monitoramento na área externa e imediações do Paço para obter pistas da quadrilha.

Por meio de nota, o Santander informou que colabora com as investigações.

A Prefeitura informou, também em nota, que as imagens de monitoramento do Paço foram cedidas à Polícia Civil.