Justiça solta mulher que tentou entrar em CDP com maconha em babador de bebê

Medidas cautelares foram impostas em audiência de custódia, segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP)

Comentar
Compartilhar
28 AGO 2018Por Da Reportagem17h19
A mulher iria visitar o marido e foi autuada em flagrante por tráfico de drogasA mulher iria visitar o marido e foi autuada em flagrante por tráfico de drogasFoto: Divulgação/SAP

A Justiça soltou nesta segunda-feira (27) a mulher de 25 anos que tentou entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande com maconha no babador de seu bebê, de três meses. No domingo, data do flagrante, ela foi autuada por tráfico de entorpecentes na Delegacia Sede de Praia Grande e foi recolhida à cadeia feminina anexa ao 2º Distrito Policial de São Vicente (Cidade Náutica).

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), na audiência de custódia, na segunda, foram impostas medidas cautelares para condicionar a soltura. Pelo fato do processo tramitar sob segredo de Justiça, não foram divulgadas quais são as medidas.

A mulher iria visitar o marido quando foi flagrada com a droga por agentes de segurança penitenciária. Quatro gramas de maconha foram localizados sob costura dentro do babador.

Outros flagrantes

No final de semana, outras três mulheres foram autuadas por tráfico após serem barradas com drogas na Penitenciária II de São Vicente.

No domingo, foram dois flagrantes. "Durante a manhã, uma jovem de 19 anos e uma mulher de 24 anos foram surpreendidas com invólucros de maconha em suas genitais", informou a pasta.

"Carregavam, respectivamente, 11 gramas e 14 gramas da erva. A droga foi detectada quando as duas foram submetidas à revista pelo body scanner", detalhou a secretaria.

No sábado, na mesma unidade, uma visitante de 35 anos foi flagrada, em escaneamento, com 32 gramas de maconha e 66 gramas de pasta base de cocaína também na vagina.