Jovem é preso após abordar policiais civis em Guarujá

O rapaz acabou alvejado porque seu comparsa apontou uma arma contra os investigadores

Comentar
Compartilhar
01 DEZ 201216h51

Ítalo Ramon Santos da Costa, de 18 anos, foi preso, após tentar assaltar policiais civis, no bairro Cachoeira em Guarujá. O comparsa de Ítalo, seu irmão Elívelton da Costa Nunes, de 19, conseguiu escapar. Os rapazes são conhecidos nos “meios policiais” por terem cometidos diversos assaltos antes de completarem a maioridade.

Investigadores da Delegacia Sede do Guarujá, sob o comando do delegado assistente, Luiz Ricardo de Lara Júnior, e pelo chefe dos investigadores, Paulo Carvalhal, percorriam a Avenida Tancredo Neves, faziam diligência em viatura descaracterizada quando foram abordados pelos jovens.
 
Elívelton apontou um revólver para os policiais, que, na iminência de serem atingidos, atiraram na direção dos irmãos. Ítalo foi alvejado, enquanto Elívelton conseguiu escapar. O baleado foi levado para o Hospital Santo Amaro (HSA), onde foi medicado. Posteriormente, ele teve como destino à cadeia pública do 1º Distrito Policial
em Vicente de Carvalho.
 
Seu irmão permanece foragido.