Investigando contrabando via Porto, Polícia apreende R$ 56 mil e diversas mercadorias em Mongaguá

Uma vendedora de 35 anos foi conduzida para delegacia e segue sob investigação

Comentar
Compartilhar
07 MAI 2021Por Gilmar Alves Jr.18h54
A apreensão ocorreu em diligência com respaldo de ordem judicialA apreensão ocorreu em diligência com respaldo de ordem judicialFoto: Divulgação/Polícia Civil

Investigando crime de descaminho e contrabando via Porto de Santos e com reflexos em Mongaguá, policiais civis deste município chegaram a uma casa onde havia uma série de mercadorias e R$ 56 mil. A diligência contou com respaldo de mandado de busca e apreensão e também resultou na abordagem de uma suspeita, uma vendedora de 35 anos residente no imóvel.

Assim que a equipe do delegado Luiz Carlos Vieira e do investigador-chefe, Alexandre dos Santos, chegou ao imóvel, por volta das 10h30 de quinta-feira (6), a mulher permitiu a entrada para a vistoria. O material de origem suspeita foi encontrado no quarto dos fundos.

Na relação de apreensões feitas pelos investigadores estão 49 estátuas colecionáveis; 37 caixas de películas de vidro para celulares; 33 secadores de cabelo; oito repetidores de sinal; três kits de câmeras e diversas roupas, além de três cadernos, três agendas e uma caderneta.

Foi solicitada uma perícia do Instituto de Criminalística (IC) à casa, que fica na Rua São Jorge, no bairro Balneário Comodoro.

A suspeita acompanhou os investigadores até a delegacia e não informou a procedência das mercadorias, segundo a polícia. Ela prestou as declarações acompanhada de advogado.

Além do delegado titular de Mongaguá e do investigador-chefe, participaram das investigações os policiais Roberto, Ismael e Pedro.