Idosa é estuprada dentro de sua casa, em Guarujá

Vítima afirma que um vigilante entrou no local na madrugada de sábado e a estuprou antes de fugir

Comentar
Compartilhar
19 AGO 2019Por LG Rodrigues16h40
Caso será investigado por agentes da Delegacia de Defesa da Mulher de GuarujáFoto: Divulgação/PMG

Uma idosa foi atacada dentro de sua própria casa durante a madrugada deste sábado (17) em Guarujá. A mulher, que tem 75 anos de idade, foi estuprada após ser dopada por um homem que invadiu sua residência. Segundo ela, o agressor é um vigilante e ele fugiu do local após consumar o estupro.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo repassadas ao Diário do Litoral, o crime foi registrado como estupro de vulnerável pela Delegacia de Guarujá antes de ser encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do município. Ainda segundo a SSP, um exame de corpo de delito foi solicitado à vítima, que foi encaminhada para atendimento em centro de referência e assistência social do município.

A vítima afirmou em depoimento à Polícia Civil que estava em sua casa assistindo televisão no momento em que o suspeito invadiu a casa depois que ele percebeu que a porta estava aberta. O boletim de ocorrência foi registrado apenas no domingo (18).

Ao entrar na residência, o suspeito teria em seguida forçado a vítima a ingerir um medicamento com o objetivo de dopá-la. Na sequência, ele consumou o estupro antes de fugir. Devido à força exercida pelo homem, a idosa ficou ferida e parte de sua dentadura se partiu.

A polícia segue investigando o paradeiro do vigilante, ou alguma testemunha que tenha visto para onde ele fugiu, mas ainda não tem informações sobre sua identidade.

Colunas

Contraponto