Idosa cultivava 43 pés de maconha na laje de casa em São Paulo

Inicialmente, a mulher disse que achava que a planta era de tomate, depois disse desconhecê-la.

Comentar
Compartilhar
08 JAN 201320h17

Depois de receberem uma informação anônima do Disque Denúncia (181), policiais civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Diadema descobriram, no começo da tarde desta segunda-feira (7), que uma dona de casa de 69 anos cultivava 43 pés de maconha na laje de sua casa, no bairro Serraria, em Diadema, na Grande São Paulo.

Quando os policiais chegaram ao endereço indicado, a mulher e um aposentado, de 62 anos, que também mora no local, não deixaram a equipe de investigação entrar. O casal chamou a Polícia Militar e, após a chegada da viatura da PM, permitiu a revista dos policiais da DISE ao imóvel. 

Na laje da residência, os policiais civis encontraram diversas plantas, entre elas 43 vasos com pés de maconha. Inicialmente, a mulher disse que achava que a planta era de tomate, depois disse desconhecê-la. A dona de casa M.C.G. foi presa em flagrante e indiciada por tráfico de entorpecentes.

Por ser deficiente visual e não ter acesso à laje da casa, o aposentado e ex-marido da idosa foi levado à delegacia apenas como testemunha. O delegado que atendeu a ocorrência solicitou perícia ao local.

A planta foi apreendida e passou por análise, que resultou em positivo para maconha. A idosa foi encaminhada à carceragem do 7º Distrito Policial de São Bernardo do Campo (Taboão).

Na laje da casa, a Polícia Civil achou 43 vasos de maconha (Foto: Divulgação)