Homicídios dolosos crescem 126%

Índice é referente à comparação dos meses de outubro

Comentar
Compartilhar
23 NOV 201212h06

Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo mostram que o número de homicídios dolosos aumentou 126% nas nove cidades da Baixada Santista, quando comparados os dados de outubro do ano passado e os deste ano. As cidades onde houve maior aumento da violência foram Guarujá e Santos. São classificados homicídios dolosos aqueles onde há intenção de matar.

O Governo do Estado ainda não definiu o reforço de policiamento para a temporada de verão. Nas nove cidades abrangidas pelo Deinter-6 (Polícia Civil), cinco aumentaram o número de homicídios dolosos, duas registraram o mesno número e duas apresentaram queda  nos números.
 
A Baixada Santista havia somado 15 homicídios dolosos em outubro de 2011. E, no mês passado, foram 34, segundo números fechados esta semana.
Guarujá  passou de dois homicídios dolosos para dez. Santos, de dois para nove. Em São Vicente, o número passou de um para quatro e, em Peruíbe, de um para três. Itanhaém não tinha registrado homicídio doloso em outubro do ano passado, mas computou dois no mês passado. Os números se mantiveram estáveis em Bertioga (nenhum) e Cubatão (dois).
 
uarujá e Santos foram as cidades que registraram mais casos na Região (Foto: Luiz Torres/DL)
 
Índices diminuíram
 
Mongaguá não teve homicídio doloso no mês passado (e contou dois em outubro do ano passado). Em Praia Grande, o número reduziu de cinco para quatro.

Colunas

Contraponto