Homem se mata após assassinar ex-namorada e rapaz em SP

O rapaz começou a agredir a ex-namorada. Ao tentar defendê-la Bruno teria sido agredido por Adelson, que lhe desferiu um golpe na boca e, em seguida, um tiro na nuca

Comentar
Compartilhar
12 MAI 201415h00

Um duplo homicídio, seguido de suicídio, chocou os moradores de Rio Claro, no interior paulista. Adelson de Morais Lima, de 25 anos, matou a tiros a ex-namorada, Gabriele de Assis Cassemiro, de 14 anos, e Bruno Aparecido Rebechi, de 21 anos, amigo da garota, e, em seguida se suicidou. A tragédia ocorreu no início da noite de domingo, 11, no bairro São Miguel. Segundo o delegado Luiz Fernando Gonçalves Fraga, da Central de Polícia Judiciária de Rio Claro, a versão de uma garota de 16 anos que acompanhava Gabriele e Bruno é que o grupo caminhava quando foi abordado por Adelson, que estava em uma moto e portava um revólver calibre 38.

O rapaz começou a agredir a ex-namorada. Ao tentar defendê-la Bruno teria sido agredido por Adelson, que lhe desferiu um golpe na boca e, em seguida, um tiro na nuca. Gabriele teria tentado fugir, mas foi seguida pelo ex-namorado que, em seguida, a atingiu com um tiro na cabeça e outro no rosto. A garota chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na Santa Casa de Rio Claro. O agressor se matou a dois quarteirões do local onde havia praticado os homicídios. De acordo com o delegado, o depoimento da adolescente que acompanhava o grupo revela que ciúme foi a motivação do crime. "A testemunha disse que Gabriele falava sempre que, por não querer reatar o namoro, Adelson a vinha perseguindo há algum tempo", disse.