X

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Homem é linchado até a morte em SP após suspeita de matar mulher a marretadas

Um familiar contou à polícia que Antônio teria ido a sua casa, confessado o crime e depois fugido; antes de morrer ele foi encontrado em Guarulhos

Joe Silva

Publicado em 04/01/2023 às 14:27

Atualizado em 04/01/2023 às 14:29

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Tatiane Lima foi encontrada no chão de casa, com cortes profundos no rosto e na cabeça / REPRODUÇÃO/RECORD TV

Um homem foi encontrado com diversos ferimentos em uma área de mata em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, no último fim de semana. Segundo a polícia, Antônio Ferreira é suspeito de teria matado a esposa com golpes de marreta na última quarta-feira (28) e por isso pode ter sido linchado até a morte.

Antônio ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com informações do portal R7, a polícia trabalha com duas hipóteses: a de que populares tenham feito justiça com as próprias mãos para vingar a mulher, e a de que ele tenha sido vítima de um tribunal do crime.

A companheira de Antônio era Tatiane Lima dos Santos, de 28 anos. Ela teria sido morta pelo marido com diversos golpes de marreta após ele saber de uma possível traição. O corpo dela foi encontrado no chão da casa com cortes profundos no rosto e na cabeça, além de marcas superficiais na barriga.

Segundo as investigações, o crime aconteceu na casa onde a vítima morava com o marido e os filhos, um de 1 ano e o outro de apenas 1 mês. Um familiar contou aos policiais que Antônio teria ido a sua casa com diversas sacolas, confessado o crime e depois fugido.

Ele ficou foragido até ser encontrado morto em Guarulhos. A polícia da cidade investiga o caso.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Vai passear? Estradas têm tráfego tranquilo nos dois sentidos do SAI

Segundo boletim da Ecovias, o Sistema Anchieta-Imigrantes segue em Operação Normal 5x5 na manhã deste sábado (15)

JUNHO VIOLETA

Aumento de agressões contra idosos estimula combate ao etarismo

Agressões contra idosos tiveram aumento de quase 50 mil casos em 2023, na comparação com o ano anterior

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter