Homem é denunciado por incesto com duas filhas em Guarujá

José Simão Lima, de 54 anos, foi denunciado pela neta à Delegacia da Mulher de Guarujá por abuso sexual

Comentar
Compartilhar
11 FEV 201316h28

A vítima de 16 anos contou a Polícia que sofria os abusos há três anos e foi encorajada a denunciar o avô após a divulgação do caso do austríaco que mantinha a filha em cativeiro por 24 anos, com quem teve sete filhos.

Em Vicente de Carvalho, a história se repetia com outros personagens. A mãe da vítima, Ana Ruth de Lima, disse em seu depoimento que era filha de José Simão, com quem teve três filhos e que a adolescente era na verdade sua filha e não enteada.

José Simão, segundo declaração da adolescente à TV Litoral Record, já mantinha relação com Ana Rute há pelo menos 17 anos. A denúncia foi feita ao Conselho Tutelar de Vicente de Carvalho que levou conselheiros até a casa da família que encaminhou o caso à Delegacia da Mulher.

À DDM compareceram a mãe Ana Ruth de Lima e a menor vítima de abuso. A queixa foi registrada na delegacia, na sexta-feira, pelo delegado Luiz Lara, que aguarda resultado do IML do exame de DNA para confirmar a paternidade das mulheres vítimas de abuso sexual. O laudo deve ser divulgado na sexta-feira.

José Simão teve a prisão preventiva decretada e responderá por estupro e atentado violento ao pudor. Ele permanece detido, porém a polícia já foi obrigada a mudá-lo de lugar duas vezes, temendo pela integridade física de José Simão. O caso segue em segredo de Justiça. As informações foram gentilmente cedidas pela Litoral Record.