‘Golpe da troca de cartão’ rende R$ 42 mil para criminosos

Durante o feriado e no final de semana, meliantes conseguiram aplicar golpes em Santos e São Vicente.

Comentar
Compartilhar
06 NOV 201213h40

O delito do “golpe da troca de cartão” em agências bancárias está se tornando cada vez mais rentável para os golpistas especializados na Região. Somente durante o feriado de Finados e no final de semana R$ 42.789,00 foram subtraídos pelos marginais em golpes praticados nas cidades de Santos e São Vicente.  

A vítima que teve o maior prejuízo foi uma oficial de justiça, de 47 anos. Na tarde de sexta-feira, em uma agência bancária do Banco do Brasil, na Avenida Ana Costa, ela teve um prejuízo de R$ 25 mil, em movimentação bancária realizado pelos estelionatários. 
 
A oficial estava em um terminal bancário quando uma mulher se aproximou. Ela afirmou que ajudaria a vítima a realizar um procedimento no caixa eletrônico. Durante diálogo, a golpista conseguiu se apoderar e trocar o cartão da oficial de justiça, movimentado a quantia.
 
No mesmo dia, pela parte da manhã, um aposentado, de 73, foi abordado por um golpista, na agência do Banco do Brasil na Avenida Epitácio Pessoa. O meliante, descrito como tendo cerca de 35 anos, conseguiu trocar o cartão do aposentado, causando um prejuízo de R$ 10.289,00. 
 
Um dos golpes aplicados foi na agência do Banco do Brasil na Rua Galeão Carvalhal, no Gonzaga (Foto: Matheus Tagé/DL)
 
Ainda na sexta-feira, um aposentado, de 62, teve seu cartão trocado em uma agência do Banco Itaú, na Avenida Conselheiro Nébias, em Santos. No golpe aplicado, um estelionatário conseguiu subtrair R$ 2.900,00.  Na manhã de domingo, no Banco do Brasil da Rua Galeão Carvalhal, um aposentado teve R$ 2.100,00 movimentados em sua conta por dois homens. 
 
Em São Vicente, uma aposentada, de 79, teve R$ 2.500,00 recolhidos de sua conta, após um meliante trocar seu cartão em uma agência do Banco Itaú situado dentro de um supermercado na Avenida Antônio Emerich.