Galpão na Rua da Constituição era usado como entreposto de cocaína em Santos

Policiais da Deic apreenderam 32 quilos da droga, com alto teor de pureza, e prenderam o responsável pelo galpão

Comentar
Compartilhar
15 ABR 2021Por Gilmar Alves Jr.16h16
Fachada do galpão usado para o tráfico de cocaína na Rua da ConstituiçãoFachada do galpão usado para o tráfico de cocaína na Rua da ConstituiçãoFoto: Divulgação/Polícia Civil

Um galpão na Rua da Constituição, 49, em Santos, era utilizado como um entreposto de cocaína de alto teor de pureza e nele policiais da 1ª Delegacia da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional apreenderam 32 quilos da droga e capturaram o responsável pelo local, um homem de 34 anos. A ação, no bairro Paquetá, ocorreu por volta das 12 horas desta quarta-feira (14) e fez parte de um trabalho contínuo desenvolvido pela 1ª Delegacia de combate ao crime organizado.

A partir de um flagrante feito pela especializada no dia 10, quando um motorista de caminhão foi preso com 43 quilos de cocaína em Guarujá, policiais prosseguiram as investigações e chegaram à informação de que o galpão na Constituição era usado como ponto de armazenamento e distribuição de cocaína prensada e com alto valor agregado.

Os policiais, sob o comando do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior e do investigador-chefe, Paulo Carvalhal, identificaram o nome do encarregado do galpão e descobriram que ele era o responsável pela guarda do entorpecente para três traficantes. Foi apurado que a droga chega a Santos, possivelmente oriunda do Paraná, e tem como destino Guarujá.

No pátio do galpão, segundo os investigadores, são descarregadas cargas diversas e há vários caminhões estacionados.

Ao ser abordado e questionado sobre a existência de materiais ilícitos no local, o encarregado inicialmente negou. Porém, quando os investigadores expuseram ter ciência da participação do homem no esquema de tráfico de drogas imediatamente ele apontou para um grande tonel sobre uma plataforma.

 
  • Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Na sequência, a equipe policial vistoriou o tonel e encontrou um saco plástico com trinta tabletes de cocaína.

Conduzido à sede da 1ª Delegacia da Deic, no Palácio da Polícia, o homem foi autuado em flagrante pelo delegado Leonardo Amorim Nunes Rivau. Foi realizada também a apreensão do celular do acusado para que seja submetida a uma perícia do Instituto de Criminalística (IC) para continuidade das investigações.

Após o flagrante ser registrado, o encarregado foi recolhido à cadeia anexa ao 5° Distrito Policial de Santos (Bom Retiro).