Foragido há 18 anos por homicídio em Sergipe, dono de temakeria é preso em Guarujá

À época do assassinato, cuja vítima foi um jovem, o acusado era vendedor de batatas fritas em em Aracaju

Comentar
Compartilhar
02 JUN 2020Por Gilmar Alves Jr.15h00
A prisão foi feita por policiais da 1ª Delegacia da Deic Regional em conjunto com o DHPP de AracajuFoto: Nair Bueno/DL

Foragido da Justiça do Sergipe há 18 anos e cinco meses, acusado de ter matado um jovem a facadas em Aracaju em novembro de 2001, um homem de 37 anos foi capturado em Morrinhos, em Guarujá, na noite de domingo (31). Atualmente dono de uma temakeria, o procurado foi localizado por policiais da 1ª Delegacia da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional, que atuaram em conjunto com o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da capital sergipana. 

Diante de suspeitas de que o foragido estava em Guarujá, a equipe do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, titular da 1ª Delegacia, e do investigador-chefe, Paulo Carvalhal, realizou diligências e conseguiu surpreender na noite de domingo o foragido há quase duas décadas em casa onde ele estava morando, na Avenida Antenor Pimentel. 

O processo sobre o assassinato de Luciano de Lima Menezes corre pela 5ª Vara Criminal de Aracaju. O acusado foi denunciado pelo Ministério Público em 2004. 

De acordo com a investigação realizada naquele estado, Luciano estava com dois amigos consumindo batatas fritas próximo à uma praça quando se envolveu em uma briga e foi perseguido pelo acusado até ser esfaqueado e morto. 

O DHPP de Aracaju, em nome da Secretaria da Segurança Pública de Sergipe, agradeceu, em comunicado, o esforço da Deic da Baixada, sem o qual, segundo o DHPP, não seria alcançado êxito na captura.