Foragido da Justiça, michê ‘Pitbull Amigo’ é preso no Gonzaga após cliente comunicar agressão

Policiais civis simularam agendamento de encontro para abordar o garoto de programa e descobriram sua condição de foragido; ele ainda responderá por falsidade ideológica

Comentar
Compartilhar
02 SET 2019Por Gilmar Alves Jr.19h50
Foto do garoto de programa no anúncio de um siteFoto: Reprodução

Foragido de uma unidade prisional em Bauru, no interior paulista, um condenado por extorsão, que atualmente era garoto de programa na Baixada Santista, foi recapturado pela Polícia Civil em Santos após ser acusado por um cliente de agressão e ameaça. O homem se identificava em um site de anúncios como “Pitbull Amigo”.

Por meio do telefone de contato do garoto de programa, policiais do 7º Distrito Policial de Santos (Gonzaga) simularam um agendamento de encontro e o abordaram no último dia 29. Ele foi levado até o distrito, onde apresentou nome falso, mas depois informou o nome correto aos policiais e admitiu que era foragido do Centro de Progressão I de Bauru. O michê responderá por falsidade ideológica. 

O cliente que denunciou “Pitbull Amigo” procurou a Polícia Civil no último dia 26 e disse que foi agredido e ameaçado após furar um preservativo durante ato sexual no programa.

Portador do vírus HIV, ele disse aos policiais que não visava a transmissão, alegando “carga viral indetectável e intransmissível devido à forte medicação” e afirmou, informalmente, que tentou arrumar um pretexto para ser assassinado pelo garoto de programa. Ele ainda disse, informalmente, que tem depressão e não tem coragem de se suicidar.

Apesar do registro de boletim de ocorrência por lesão corporal e ameaça, o cliente disse aos investigadores, após a prisão do garoto de programa, que não tem interesse em fazer representação criminal contra ele.

A captura do foragido foi feita pelos policiais Paulo Fernando e Ricardo Cáceres, que agiram sob o comando do investigador-chefe, Marcos Bento, e do delegado titular, Alexandre Aranha.

 

Colunas

Contraponto