Ex-vereador de Guarujá, Jaiminho narrou viagem no Facebook antes de ser preso na Bahia

Pelas redes sociais, Jaiminho chegou a dar detalhes sobre seu percurso pelas estradas a amigos; ele foi preso com arsenal em carro

Comentar
Compartilhar
27 NOV 2020Por Gilmar Alves Jr.15h34
Jaiminho acompanha o momento em que o arsenal é achado no carroFoto: Reprodução

Uma viagem do ex-vereador de Guarujá Jaime Ferreira de Lima Filho, o Jaiminho, com narrativa até pelas redes sociais, terminou em prisão em flagrante por posse ilegal de armas e munições na capital baiana na quarta-feira (25) à tarde. O arsenal foi descoberto por policiais rodoviários federais oculto no painel do carro dirigido por Jaiminho, um Citroën C3 Aircross.

Pelo Facebook, ao ser questionado sobre onde estava no dia 25, Jaiminho respondeu a um comentário da seguinte maneira: "Interior, baby. Divisa com Mato Grosso kkk". 

Um vídeo mostra o momento em que os policiais fazem a varredura no carro e o ex-vereador algemado com as mãos para trás. “Vem aqui acompanhar”, diz um policial a ele.

A abordagem ocorreu após Jaiminho sair do terminal Ferry Boat de Salvador. Os policial encontraram no painel 13 pistolas, 16 carregadores e 1,6 munições de calibre 9mm.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a ação foi desencadeada após uma denúncia apontar que o veículo estava transportando o material bélico pela BR 101, no trecho de Santo Antônio de Jesus. Equipes chegaram a se deslocar ao trecho, mas o veículo ali não foi achado.

Diante da suspeita que o motorista pudesse ter seguido pelo Ferry Boat com destino a Salvador um bloqueio foi realizado e o veículo foi encontrado na travessia, que é utilizada entre a Ilha de Itaparica e Salvador.

 

 

 

O Diário do Litoral ainda não conseguiu contato com a assessoria de imprensa da Justiça Federal da Bahia para obter informações sobre a manutenção ou não da prisão dele. A defesa dele também ainda não foi identificada pela Reportagem.

Histórico

Jaiminho foi o segundo vereador mais votado nas eleição de 2008, em Guarujá, obtendo 3.019 votos pelo PP. Em 2012, ele se reelegeu, pelo PMDB, com 1.937 votos, e chegou a ser líder do governo Maria Antonieta (MDB).

Em 2016, ele disputou o cargo de vereador pelo PP novamente, mas não reelegeu com os 700 votos.

Depois do pleito, ele chegou a ocupar um cargo na Secretaria Estadual de Juventude, Esportes e Lazer.