X
Polícia

Ex-diretor da Globo e do Vai que Cola é preso em flagrante no Rio de Janeiro

Além de dirigir o Vai que Cola por duas temporadas Aaron Salles Torres também trabalhou em outras produções da Globo/Globosat, como na série de terror Noturnos

Aaron Salles Torres, à esquerda, de óculos. / Reprodução/Redes Sociais

Aaron Salles Torres, ex-diretor do humorístico Vai Que Cola, do canal Multishow, foi preso em flagrante do Rio de Janeiro junto do seu namorado na última semana. Eles já eram investigados desde março pela Polícia Civil por estarem usando cartões de créditos clonados em hotéis de luxo. Dessa vez eles foram fazer a mesma coisa, mas acabaram presos assim que fizeram o check-in (em flagrante).

De acordo com a revista Época o casal havia se hospedado em um hotel de luxo no último Réveillon e acabaram estendendo a permanência até o dia 12 de janeiro. Eles se hospedaram em uma suíte que custava mais de R$ 1.500 por dia e pagaram a alta conta com um cartão clonado. O hotel, porém, foi informado da fraude um mês depois pela operadora financeira do cartão.

A Polícia Civil, então, começou a investigar o casal e os prendeu em flagrante cometendo o mesmo crime. Eles negam que tenham usado cartões clonados ou que façam parte de uma rede de criminosos que manipulavam dados de clientes pela internet.

Além de dirigir o Vai que Cola por duas temporadas Aaron Salles Torres também trabalhou em outras produções da Globo/Globosat, como na série de terror Noturnos, exibida pelo Canal Brasil.

O espaço segue aberto para qualquer manifestação da defesa do casal.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Caminhada da Adoção pretende mobilizar pessoas e informar sobre o tema

Evento acontecerá no dia 10 de julho, na praia do Bairro Canto do Forte, em Praia Grande

Educação

Bertioga abre matrículas para Educação de Jovens e Adultos

As aulas iniciam no segundo semestre, de segunda a sexta-feira, das 19 às 22h30

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software