Empresário morador da Grande SP é preso por tentativa de furto em banco em Santos

Um dispositivo “chupa-cabra” já tinha sido instalado em um caixa eletrônico; câmeras do banco gravaram o crime

Comentar
Compartilhar
14 JUN 2021Por Gilmar Alves Jr.18h56
A prisão em flagrante ocorreu na agência da Caixa na Avenida Presidente Wilson, no GonzagaA prisão em flagrante ocorreu na agência da Caixa na Avenida Presidente Wilson, no GonzagaFoto: Nair Bueno/DL

Um empresário de 24 anos, morador de Suzano (Grande SP), foi preso sob a acusação de tentativa de furto em uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) mediante instalação do dispositivo conhecido como “chupa-cabra” em um caixa eletrônico. Câmeras do banco gravaram o crime, que ocorreu na tarde de domingo (13).

É investigada a participação de um segundo homem, que chegou a ser abordado pela Polícia Militar, mas como portava cartão da Caixa acabou sendo liberado.

A Polícia Militar foi acionada para o local após uma denúncia anônima, recebida às 12h16. Foi feita a descrição do homem que estava agindo no caixa eletrônico, de boné marrom, bermuda e chinelos.

Chegando ao local os policiais abordaram o suspeito, que carregava uma bolsa contendo três pedaços de fita adesiva de dupla face recortados, dois celulares e R$ 187. Ele não portava cartão da CEF e disse que “sacava dinheiro”. Ao vistoriarem os caixas eletrônicos, os policiais constataram que um caixa eletrônico estava com fita dupla face idêntica à que o suspeito portava em sua bolsa, com o mesmo aspecto artesanal de recorte e idênticas dimensões. Um cartão em nome de um correntista já estava preso no “chupa-cabra”.

Os policiais tiveram acesso a imagens de monitoramento do banco na mesma tarde e elas mostram o empresário manipulando o caixa eletrônico, para a instalação do “chupa-cabra”, pouco antes da abordagem.

O homem foi conduzido à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde foi autuado em flagrante por furto qualificado tentado.

A Reportagem procurou a Caixa Federal, por meio de sua assessoria de imprensa, e aguarda posicionamento.