Duas mil porções de drogas da ‘biqueira da Cornolândia’ são apreendidas em Peruíbe

O ponto de tráfico fica no Caraguava e passou a ser chamado dessa forma por usuários; acusado de abastecer o local foi preso pela Polícia Civil

Comentar
Compartilhar
15 SET 2020Por Gilmar Alves Jr.13h19
Os investigadores apreenderam cocaína, crack, lança-perfume e maconhaFoto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais da Delegacia Sede de Peruíbe retiraram de circulação duas mil porções de drogas que seriam vendidas em um ponto de tráfico conhecido como “biqueira da Cornolândia”, no Caraguava, e prenderam em flagrante, nesta segunda-feira (14), um homem de 21 anos acusado pelo abastecimento do local.

De acordo com a polícia, foram usuários de drogas que deram o nome ao ponto de tráfico como “CN” ou “Cornolândia”. Em uma campana, na tarde de segunda, os investigadores flagraram o homem suspeito de abastecer o local deixando a biqueira e o seguiram, enquanto ele pilotava sua moto, até a residência dele.

Na abordagem, dois pacotes com pedras de crack foram apreendidas, bem como um celular. “Quando indagado, inicialmente, negou que seria para venda. Porém, logo depois confessou informalmente que abasteceria a biqueira e ainda mostrou aos policiais onde estavam o restante dos entorpecentes (em um terreno baldio na região da biqueira)”, informam os investigadores.

Os policiais civis Lomenzo, Roberto e Adriana encontraram 40 porções de maconha, 600 de cocaína, 1.244 porções de crack e 20 de lança-perfume em um barril no terreno baldio. A ação foi realizada sob o comando do investigador-chefe, Adalberto Ribeiro, e do delegado titular, Marcos Roberto da Silva.

O detido foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, sendo removido ao cárcere. A Polícia Civil representou ao Judiciário pela conversão da prisão dele em preventiva.