Drone despeja pacote em penitenciária em São José dos Campos

As visitas foram suspensas, as pessoas que estavam no interior do presídio foram retiradas e os visitantes dos raios 3 e 4, que se preparavam para entrar, tiveram de ficar do lado de fora

Comentar
Compartilhar
07 ABR 201420h20

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) fez nesta segunda-feira, 7, uma operação pente-fino, no Centro de Detenção Penitenciária (CDP), de São José dos Campos, para apreender aparelhos de telefone celular e drogas que estavam no pacote lançado por um drone dentro do presídio na manhã do domingo, 6.

O drone - um aeromodelo de helicóptero - sobrevoou o presídio em pleno horário de visitas, por volta das 9h45. Agentes penitenciários flagraram o momento em que um pacote foi lançado do aparelho num dos pátios do CDP. Os agentes chegaram a disparar contra o drone, mas não conseguiram derrubar o aparelho, movido por controle remoto.

As visitas foram suspensas, as pessoas que estavam no interior do presídio foram retiradas e os visitantes dos raios 3 e 4, que se preparavam para entrar, tiveram de ficar do lado de fora. Os agentes procuraram o pacote, mas não o encontraram.

Na manhã de hoje, uma equipe de 40 agentes do Grupo de Intervenção Rápida (GIR), especializado em conflitos, entrou no presídio, com cães farejadores, para tentar encontrar o conteúdo do pacote em uma operação pente-fino nas celas do CDP.De acordo com a assessoria da SAP, foram encontrados dois aparelhos de telefone celular, duas baterias para celular, três chips desses aparelho, 64 gramas de maconha e dois comprimidos de ecstasy.

Esta foi a segunda vez, em menos de 30 dias, que um drone foi usado para introduzir objetos no mesmo presídio. Em 27 de fevereiro, um mini-helicóptero conseguiu lançar um pacote num dos pavilhões. Em revista no pavilhão, no dia seguinte, os agentes apreenderam cerca de 250 gramas de cocaína que estavam no embrulho deixado pelo mini-helicóptero. A SAP não soube informar se se trata do mesmo aparelho.