DHPP, Rota e Corregedoria prendem suspeito de matar PM

Na tarde de desta segunda-feira (28), policiais da Rota e da Corregedoria da Polícia Militar conseguiram localizar e prender o suspeito em Osasco.

Comentar
Compartilhar
28 JAN 201321h02

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar conseguiu identificar, localizar e prender o suspeito do latrocínio do policial militar A.G.B., de 26 anos, ocorrido em 30 de novembro de 2012, no Capão Redondo, zona sul da Capital, quando o PM estava de folga.

M.A.L.A., de 37 anos, foi detido pela Polícia Militar na tarde desta segunda-feira (28), em Osasco, na Grande São Paulo. Além do latrocínio, a Polícia Civil investiga a hipótese de o rapaz ser o mandante da morte de outros policiais militares, ocorridas no ano passado.

Investigação

No dia do crime, policiais militares da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) apreenderam dois adolescentes suspeitos de participarem do roubo da motocicleta Honda e da pistola .40 do PM, que terminou com a vítima baleada e morta.

O caso foi registrado no 47º Distrito Policial (Capão Redondo) e encaminhado para investigação à 3ª Delegacia de Homicídios Múltiplos e Latrocínios da Divisão de Homicídios do DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

Os menores teriam dito que o autor dos disparos e mandante era conhecido como “Japa”, o “sintonia” do Capão Redondo – integrante de quadrilha e chefe do tráfico. No mesmo dia, a equipe de investigação conseguiu identificar o suspeito e apresentou uma foto dele aos adolescentes, que o reconheceram.

Então, a Polícia Civil pediu e a Justiça decretou a prisão temporária de 10 dias de M.A.L.A., que já tem passagens por roubo, furto, formação de quadrilha e outros crimes. A equipe da delegacia repassou ainda os detalhes da investigação à Polícia Militar.

Na tarde de hoje, policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e da Corregedoria da Polícia Militar conseguiram localizar e prender o suspeito em Osasco. Ele foi levado ao DHPP, onde presta depoimento.