Dentista é vítima de sequestro relâmpago em Santos

O profissional de saúde foi rendido quando chegava em casa de carro, na Rua Torres Homem, no Embaré; uma mulher e dois homens participaram do crime

Comentar
Compartilhar
14 JUN 2016Por Gilmar Alves Jr.21h44

Um dentista de 31 anos foi mantido sob ameaças de arma de fogo durante um sequestro relâmpago cometido por uma mulher e dois homens na noite de segunda-feira (13). Enquanto a vítima era mantida como refém, a mulher e um dos comparsas fizeram compras com o cartão de crédito da vítima em um shopping no Gonzaga. Nenhum dos criminosos foi preso.

O trio rendeu o profissional de saúde por volta das 20h30, quando ele chegava em casa de carro, na Rua Torres Homem, no Embaré, em Santos. A vítima foi colocada no banco traseiro e ficou sob a mira do revólver prateado, que estava com um integrante do trio.

Um homem sem arma tomou a direção e a mulher ficou no banco de passageiro dianteiro. O primeiro destino foi um posto de combustíveis próximo à Praça Palmares, onde o carro, um Hyundai Tucson preto, foi abastecido com o cartão de crédito da vítima.

Na sequência, o carro foi dirigido até o Gonzaga, onde foi estacionado na Avenida Ana Costa. O ladrão armado e a assaltante desembarcaram e foram até o shopping, enquanto o motorista do trio seguiu com o dentista por diversos bairros e chegou até São Vicente.

O bandido se comunicava com os comparsas por WhatsApp, segundo a vítima disse à polícia. Por volta das 21h30, o motorista passou pelo Gonzaga e seguiu até a Zona Noroeste de Santos, onde libertou a vítima na Avenida Nossa Senhora de Fátima.

O dentista pediu ajuda na 4ª Companhia da PM e foi levado até a Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde o caso foi registrado.

O carro foi localizado ainda na noite de segunda no Ilheu Alto. O veículo não teve danos e nele estava a jaqueta usada pela assaltante.

A investigação sobre a identidade dos criminosos está a cargo do 3º Distrito Policial (Ponta da Praia).