Delegacia de Homicídios vai investigar morte a tiro de soldado da PM em Cubatão

Circunstâncias em que o disparo ocorreu, na interligação das rodovias Anchieta e Imigrantes, ainda são um mistério

Comentar
Compartilhar
20 NOV 2020Por Gilmar Alves Jr.17h56
A morte ocorreu na madrugada desta sexta (20)Foto: Reprodução

O soldado da Polícia Militar André Luiz Garcia Alcade, de 32 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça na madrugada desta sexta-feira (20) na interligação das rodovias Anchieta e Imigrantes, em Cubatão. As circunstâncias em que a morte ocorreu ainda são investigadas pelas polícias Civil e Militar e nada é descartado.

O inquérito, conforme apurou o Diário do Litoral, irá correr pela 3ª Delegacia (Homicídios) da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional.

Integrante do 6° Batalhão (Santos), ele foi encontrado ao lado de seu veículo, por volta da 0h40, na pista sentido litoral.

A pistola funcional dele, uma Glock, foi encontrada próximo ao veículo.

Uma equipe de resgate da Ecovias (concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes) constatou o óbito no local.

Por meio de nota, a Polícia Militar lamentou a morte e disse que o soldado estava há 4 anos e 11 meses na instituição. Ele deixa um filho de três anos.