Deic desativa barraco de produção de lança-perfume em Guarujá

Os policiais chegaram ao local investigando liderança do tráfico na Vila Áurea, em Vicente de Carvalho

Comentar
Compartilhar
01 JUN 2021Por Gilmar Alves Jr.23h43
A produção de lança-perfume era coordenada pelo Primeiro Comando da Capital (PCC)A produção de lança-perfume era coordenada pelo Primeiro Comando da Capital (PCC)Foto: Divulgação

Uma investigação sobre a liderança do tráfico de drogas na Vila Áurea, em Vicente de Carvalho, resultou na apreensão de 26 litros de lança-perfume em um barraco usado para o preparo de microtubos. Conforme foi apurado, a ação é toda coordenada pelo Primeiro Comando da Capital (PCC).

Ninguém foi preso no local durante a diligência, no último dia 28, mas as investigações prosseguirão objetivando identificar e responsabilizar criminalmente os envolvidos com a produção das drogas naquele local.

Conforme apurou a 1ª Delegacia da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional, o líder do crime organizado naquela região promove tráfico de drogas e de armas para fomentar a criminalidade naquela região.

Se aprofundando nestes fatos e na atuação da facção até na invasão de áreas de preservação, policiais sob o comando do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, e do investigador-chefe, Paulo Carvalhal, realizaram diligência e avistaram um grupo de jovens em um beco. Ao perceberem a aproximação policial, os rapazes fugiram pela mata.

Após sentirem forte cheiro de produtos químicos em um barraco próximo a onde o grupo estava, os policiais realizaram vistoria e recolheram 320 microtubos de lança-perfume, 10 tubos maiores, um tonel, cadernos com anotações e rádios comunicadores.