Cozinheira faz denúncia após ser chamada de 'macaca e pobre' em praia de Guarujá

Lais Santos Rodrigues, de 28 anos, afirma que sofreu ataques racistas de uma cliente que reclamou do valor da comanda em um carrinho na praia de Pernambuco

Comentar
Compartilhar
28 SET 2021Por Da Reportagem11h28
A briga entre a cozinheira e a cliente foi filmada por testemunhas na Praia de Pernambuco, GuarujáA briga entre a cozinheira e a cliente foi filmada por testemunhas na Praia de Pernambuco, GuarujáFoto: Reprodução/Guarujá Mil Grau

"Macaca, preta e pobre". Estes foram os xingamentos que a cozinheira Lais Santos Rodrigues, de 28 anos, afirma que recebeu enquanto trabalhava em um carrinho de praia, em Guarujá. Segundo ela, o ataque racista veio de uma das clientes do local.

Ainda conforme a cozinheira, a mulher estava com um casal de amigos em um guarda-sol do carrinho de praia que ela trabalha, na Praia de Pernambuco. Ela afirma ainda que a confusão começou quando a cliente foi pagar sua comanda. A mulher discordou do valor cobrado e humilhou os patrões da cozinheira.

Lais conta que permaneceu quieta até a hora que mulher resolveu ir embora xingando o estabelecimento. A cozinheira mandou ela ir embora e recebeu a resposta: "Você tá falando o que, além de preta é pobre, sua macaca". O caso teve muitas testemunhas e algumas pessoas chegaram a filmar parte do ocorrido.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp: https://bit.ly/diariodolitoral
Mantenha-se bem informado.

A cozinheira foi atrás da mulher, pediu para ela repetir o que disse e, segundo Lais, ela continuou ofendendo, falando que trabalhava em banco, que ganhava R$ 20 mil por mês e humilhando as pessoas. Em determinado momento, elas entraram em luta corporal.

Esperando que o caso não fique impune, Lais registrou um boletim de ocorrência pela Delegacia Eletrônica.

Lais Santos Rodrigues, de 28 anos, afirma ter sido ofendida por cliente em praia do Guarujá