Banner gripe

Cozinheira é estuprada no Morro do Macaco Molhado, em Guarujá

A vítima retornava do trabalho quando foi dominada pelo criminoso, que a ameaçou de morte

Comentar
Compartilhar
17 MAI 2019Por Gilmar Alves Jr.17h25
O crime foi registrado na Delegacia Sede de GuarujáFoto: Arquivo/DL

Uma cozinheira de 37 anos foi estuprada na madrugada de quinta-feira (16) no Morro do Macaco Molhado, em Guarujá. A vítima retornava do trabalho para casa, por volta de 1h, quando foi dominada pelo criminoso, que fez menção de estar armado e perguntou se ela "queria morrer".

O crime, ao final de uma escadaria, durou cerca de 20 minutos e o autor conseguiu fugir. Ele foi descrito pela vítima como magro, pardo e com estatura de 1,65m. Vestia agasalho de cor escura com capuz.

Após o estupro, o homem mandou a vítima olhar para um lado e fugiu na direção oposta.

A mulher correu para casa e horas depois procurou atendimento médico na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Doutor Matheus Santa Maria, em Guarujá, antigo PAM Rodoviária.

Após o atendimento, ela foi levada pela Polícia Militar para a Delegacia Sede de Guarujá, onde o caso foi registrado na noite de quinta.

A investigação está a cargo da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Guarujá. 

Colunas

Contraponto