Polícia investiga morte de recém-nascida achada em Praia Grande

Investigadores da Delegacia Sede apuram a causa da morte e a identidade da mãe da bebê

Comentar
Compartilhar
09 SET 2019Por Gilmar Alves Jr.21h30
Integrantes do Instituto de Criminalística (IC) realizam perícia no local onde o corpo foi encontradoFoto: Nair Bueno/DL

O corpo de uma recém-nascida foi encontrado por um morador de rua no início da tarde desta segunda-feira (9) na área conhecida como "Calipal", na Vila Antártica, em Praia Grande. Conforme constatou um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a morte havia ocorrido no máximo em um período de 24 horas. Policiais da Delegacia Sede de Praia Grande investigam o caso e até a noite desta segunda, a mãe do bebê ainda não havia sido identificada.

O médico do Samu constatou que cordão umbilical e placenta junto ao corpo, que estava enrolado em uma blusa feminina, de acordo com o registro da ocorrência. A causa da morte ainda é apurada.

"Junto à vítima havia um saco de lixo preto contendo uma toalha vermelha, camisas e um shorts femininos", consta no registro.

O "Calipal" é uma área com moradias irregulares em uma região situada, além da Vila Antártica, nos bairros Vila Sônia e Vila São Jorge.

Na região onde o corpo foi encontrado há descarte de entulho.

Uma testemunha ouvida na Delegacia Sede disse aos policiais que na noite de domingo (8), entre 21h e 22h, um caminhão baú branco, da marca Kia, passou duas vezes na direção de onde o corpo foi encontrado.

Ainda conforme a testemunha, não houve barulho de entulho sendo descarregado e o ruído foi apenas de uma tampa do veículo se fechando.

Policiais civis iniciaram logo após o encontro do corpo buscas por imagens de monitoramento que ajudem nas investigações.

Informações que ajudem a polícia nas investigações podem ser transmitidas pelos telefones 3471-1190 ou 181 (Disque-Denúncia).

Colunas

Contraponto